Close

Florença fundada por romanos

Florença foi fundada por romanos e sofreu um grande impulso no período de Adriano. É interessantíssimo não perder de vista a planta da cidade romana embaixo dos nossos pés!

Breve história da fundação romana de Florença

Florença foi fundada por romanos e por que adquiriu uma grande independência e importância no decorrer dos séculos, a sua ligação com Roma será sempre muito forte.

Reconstrução hipotética do capitólio de Florentia

Inicialmente Júlio César promulgou a lei (Lex Julia agraria, 46 a.C.), atribuindo porções de terra a seus veteranos de guerra contra a Gália. Fundava-se una nova cidade aos pés de uma colina tradicionalmente etrusca, ao longo un rio e sem saída direta para o mar.

Reserve seu passeio com guia credenciada em português

A cidade foi dotada de muralhas, um aqueduto e um capitólio, como todas as cidades romanas. Os arredores foram divididos em unidades de cultivação e até hoje é possível identificar em alguns lugares a antiga organização romana.

É possível que a cidade tenha sido fundada durante o período das “Floralia“, comemorações romanas relativas à Primavera, e daí o nome de Florentia, FIorenza, Florença.

Características da Florença fundada pelos romanos

A cidade vai crescer bem e receberá um grande impulso em torno ao ano 120 d.C. com a ligação direta à Roma, a Via Cassia (construída por Adriano) , que com uma ponte sobre o Arno passava dentro Florença. Será também construído um anfiteatro logo fora das muralhas da cidade. A ponte pode ser considerada um “antepassado” do que hoje conhecemos por “Ponte Velha”. A cidade chegará a ter 15.000 habitantes.

Marcação de uma torre das antigas muralhas romanas na Via del Proconsolo
Marcação de uma torre das antigas muralhas romanas na Via del Proconsolo

É também neste períoodo em que a cidade receberá seu piso de mármore; devia ser lindíssima a antiga Fiorenza!

Reconstução hipotética de FLorença após o II século.
Visão aérea da cidade com anfiteatro, teatro, termas e capitólio

Como principais atividades, Fiorenza já terá durante o período romano uma importante extração de ferro e metais, e produzerá couro e lã, além de vinho e azeite.

Ruínas Palácio Velho
Ruínas do antigo teatro, cujas estruturas serviram como fundações para o Palácio Velho

A florescente Fiorenza atrairá estrangeiros, comeciantes que aqui se estabelecerão nas margens de Oltrarno, seguindo um pouco o esquema de Roma, com seus estrangeiros que moravam no bairro de Trastevere! 🙂

Passeando nas ruínas Palácio Velho, subterrâneos
Passeando pelas escavações arqueológicas do Palácio Velho de Florença

A cristianização de Florença é antiquíssima!

É do ano 250 a lenda do seu primeiro mártir cristão, um estrangeiro armeno de nome Minias, morto durante as perseguições do imperador Decio. Segundo os arqueólogos é também Oltrarno onde existerá a igreja que acredita-se ser a mais antiga de Fiorenza, Santa Felicita – que hoje não possui mais a estrutura paleocristã, mas contém tesouros como recém-restaurada Capela Barbadori Capponi, com afrescos e a famosíssima deposição do Pontormo.

A atual fachada de Santa Reparata, com a passagem do corredor Vasariano

A queda do Império Romano, determinada em 476 d.C. pelos históricos, vai ter consequências dramáticas em todo o território e Florença, cidade próspera, vai sofrer e ter a sua população drasticamente reduzida por muitos séculos.

É deste período, ano 405, a devoção de Santa Reparata, que teria aparecido no céu durante um ataque dos bárbaros de Radagaiso, ajudando a defender a cidade. À Santa Reparata será dedicada a uma igreja que será a catedral de Florença a partir do IX século.

Já que Florença é tão linda e profundamente ligada ao Renascimento, acho muito interessante passear pela cidade levando em consideração a sua fundação romana, pois o centro histórico inteiro contém uma importante e antiquíssima história sob os meus pés!

Venha conhecer Florença com uma guia credenciada, escreva para terradesienaturismo arroba gmail ponto com para um orçamento!

Meu arqueólogo de confiança, professor no curso para guias, Prof. Paci

Palácio Velho (Palazzo Vecchio): Piazza della Sgnoria – Tel.: +39 055 2768325 – Site oficial para compra de tickets: http://bigliettimusei.comune.fi.it/

TICKET REGULAR PARA O MUSEU: Inteiro: € 10,00 Meia: € 8,00

TICKET com complementos: 1) Torre di Arnolfo e Caminho de Ronda: € 10,00 / € 8,00; Museu + Torre e Caminho de Ronda: € 14,00 / € 12,00; Museu + Percurso Arqueológico: € 14,00 / € 12,00 Museu + Torre e Caminho + Percurso Arqueológico : € 18,00 / € 16,00